Vacinação de profissionais da saúde será obrigatória em Mato Grosso

Luiz Alves

Secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, declarou que editará portaria tornando obrigatória a vacinação de profissionais da saúde em Mato Grosso. A medida foi anunciada na manhã desta segunda-feira (01).

O gestor apontou que a medida será tomada em razão de casos de profissionais que se recusam a utilizar o imunizante, algo visto como “intolerável" pelo secretário. Figueiredo assegurou, contudo, que só serão vacinados os trabalhadores que puderem utilizar o fármaco conforme legislação preexistente.

"Então, vamos editar sim uma portaria tornando obrigatória a imunização. Logicamente, a não ser nos casos que a legislação vigente proíbe, ou seja, a vacinação não é indicada. Agora, para aqueles profissionais que a vacina é indicada a vacinação vai ser obrigatória e nós vamos editar uma norma para isso", disse em entrevista ao jornal da CBN Cuiabá.

O secretário apontou também que normativa semelhante já foi implementada no Centro de Triagem da covid-19, no Hospital Metropolitano e no Pronto-Socorro de Cuiabá. Ambos os espaços de saúde são voltados para combate ao novo coronavírus.

"Não dá para termos contratado no Hospital Metropolitano, por exemplo, um profissional da saúde que quando foi contratado já sabia que era um hospital 100% Covid-19 e agora que está lá dentro não quer se proteger", apontou Figueiredo.

Pandemia em Mato Grosso

Mato Grosso já recebeu 126, 1 mil doses da Coronavac e 28,7 mil destinadas para indígenas. Dados da SES apontam que o estado já registrou mais de 217 mil contágios, dos quais em 5,1 mil ocorrências os pacientes morreram.

GAZETA DIGITAL

0/Faça seu comentário