PM aguarda ordem judicial para despejar garimpeiros de fazenda

Ilustração

A Polícia Militar de Castanheira (a 566 km de Cuiabá) aguarda uma ordem judicial para poder despejar centenas de garimpeiros que invadiram a Fazenda Sansão, no distrito de Novo Horizonte, em busca de ouro.

Segundo informações da PM do Município, os agentes estão fazendo um trabalho diário de monitoramento no local, porém não tem autorização para intervir na propriedade.

Um dos militares relatou que, na manhã desta segunda-feira (5), as equipes que estão na propriedade viram a chegada de mais alguns garimpeiros no endereço.

Ele afirma que não tem como informar o número exato de garimpeiros que estão atualmente no local e nem quantas pessoas mais chegaram, porque muito dos invasores se escondem em barracos nas matas dentro da fazenda.

Na última informação disponibilizada pela PM, eram 400 garimpeiros, porém, a cada dia mais grupos chegam.

Ainda de acordo com o policial, os agentes que estão trabalhando no caso estão aguardando uma ordem judicial que autorize a intervenção das forças de segurança. No entanto, até o momento, nada foi definido.

A invasão

Na última terça-feira (30) centenas de garimpeiros invadiram a Fazenda Sansão após receberem informações de que havia ouro na propriedade.

Antes da invasão, os garimpeiros trocaram informações via redes sociais e se uniram em diversos grupos para organizar o crime.

Duas pessoas chegaram a ser sequestradas por alguns dos garimpeiros por supostamente terem alegado saber onde estaria o ouro na região. No entanto, as vítimas negaram e acabaram sendo baleadas pelos criminosos.

Um homem, identificado como Ulisses Pereira dos Santos, acabou morrendo devido ao tiro que recebeu. Já a outra vítima foi socorrida.

MÍDIA NEWS

0/Faça seu comentário