Política CORRIDA ELEITORAL

'Tem deputados que são do Mauro e não do povo', diz Emanuel

As falas foram feitas após Emanuel ser confrontado sobre apontamentos do deputado Dr. João - que é correligionário do gestor - de que o MDB apoiará a reeleição do governador Mauro Mendes (DEM).

31/05/2021 09h32
Por: Redação Fonte: GAZETA DIGITAL
João Vieira
João Vieira

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), voltou a afirmar que há um "sentimento" que o convoca para a corrida ao governo estadual em 2022. Contudo, um dos entraves desse projeto são os "deputados que são do Mauro e não do povo".

Em coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira (27), o gestor teceu críticas a parlamentares, destacando, inclusive, que a Assembleia Legislativa de Mato Grosso estaria distante da população.

As falas foram feitas após Emanuel ser confrontado sobre apontamentos do deputado Dr. João - que é correligionário do gestor - de que o MDB apoiará a reeleição do governador Mauro Mendes (DEM).

"Emanuel Pinheiro é um sentimento, não sou eu que quero, são as pessoas que estão me chamando e pedindo. Minha agenda não vence mais. O que tem de prefeitos querendo vir, só que tem deputados que são deputados do Mauro e não são deputados do povo. Eu sou prefeito do povo, meu compromisso é com o povo. Agora, tem deputados que são governistas e temos que respeitar", disse Emanuel.

"Eu só acho que a votação do VLT, que me contrariou muito, sem consultar Cuiabá e Várzea Grande, a falta de diálogo com o povo, o afastamento terrível do poder Legislativo, da Assembleia, das ruas dar uma declaração como essa", acrescentou o prefeito.

Além disso, o prefeito também apontou que o suposto "compromisso" firmado entre deputados junto ao governador deixa os parlamentares "anestesiados" e, assim, sem empenho com a sociedade.

"Você fica anestesiado porque você tem um compromisso com o governador, com o chefe do poder Executivo. O compromisso não é com a sociedade, não é com a população", finalizou o gestor.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias