Polícia A FACADAS

Vizinho mata idosa em MT para pagar dívida de R$ 30 em drogas

A vítima, de 71 anos, reconheceu o suspeito e reagiu; ela levou uma facada no pescoço

14/07/2021 18h56
Por: Redação Fonte: MÍDIA NEWS
MidiaNews
MidiaNews

Uma idosa de 71 anos, identificada como Iracy Gomes da Silva, foi brutalmente assassinada pelo seu vizinho na noite de terça-feira (13), em Tesouro (a 388 km de Cuiabá).

O acusado tentou roubar a vítima para pagar uma dívida de droga de R$ 30 e matou a idosa quando ela reagiu a abordagem.

Segundo o boletim de ocorrência, o criminoso foi preso ainda no local do crime. Ele relatou à Polícia que foi procurado por um traficante, conhecido como “Orelha”. O homem foi até a casa dele cobrar uma dívida de droga.

O suspeito deveria entregar R$ 30. Porém, como não tinha o dinheiro, sugeriu assaltar Iracy, alegando que ela iria receber um valor de R$ 2.300. Orelha então afirmou que se o homem roubasse o dinheiro, o traficante ficaria apenas com R$ 300 enquanto ele poderia ficar com R$ 2 mil.

Por volta das 18h, o vizinho foi até a casa da vítima enquanto Orelha aguardava do lado de fora. Ele anunciou o assalto e Iracy reagiu ao reconhecer o suspeito. Então, o homem usou uma faca de serra e desferiu golpes no pescoço da idosa.

Após o assassinato, ele vasculhou a bolsa da idosa, porém só encontrou alguns trocados e afirmou ao traficante que não havia a quantia de R$ 2,3 mil. Então, Orelha acabou fugindo do local.

O autor do latrocínio afirmou à Polícia que usou o dinheiro encontrado na bolsa para comprar uma cachaça no bar da cidade. A Polícia Militar foi até o estabelecimento e conversou com a proprietária, que confirmou a versão do homem. Em seguida, a mulher entregou uma nota de R$ 20 e de R$ 10 manchadas de sangue que foram usadas pelo bandido.

Na casa do vizinho de Iracy, a PM também encontrou vestígios de sangue na parte da frente e também dentro do banheiro. Diante dos fatos, ele foi preso em flagrante. Mais tarde, os militares encontraram Orelha em um bar e também deram voz de prisão ao criminoso.

A Perícia Oficial Técnica (Politec) apreendeu o dinheiro com sangue e encaminhou o corpo de Iracy ao Instituto Médico Legal (IML).

A arma usada no assassinato não foi encontrada. O caso segue sob responsabilidade da Polícia Civil.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias