42°

Poucas nuvens

Rosário Oeste - MT

Política AGENDA EM BRASÍLIA

Mendes encontra Bolsonaro para cobrar estadualização da BR-174

Governador apontou que a região noroeste do Estado está abandonada pelo Governo Federal

26/07/2021 às 07h43
Por: Redação Fonte: MÍDIA NEWS
Compartilhe:
Mayke Toscano
Mayke Toscano

O governador Mauro Mendes (DEM), senadores e deputados federais de Mato Grosso irão à Brasília na próxima terça-feira (27) para encontrar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A estadualização da BR-174 deve pautar a conversa entre os políticos. O trecho entre os municípios de Castanheira e Colniza não é pavimentado.

Mendes apontou que a região noroeste do Estado está abandonada pelo Governo Federal e o Estado pode auxiliar no destravamento das obras.

“Nós vamos falar sobre logística. Existe um pleito forte no Estado que é a BR-174, que é Federal, e importante. Ela melhora o acesso a região noroeste, uma importante região de Mato Grosso e que está abandonada”, disse o governador.

“São 300 km para chegar na cidade de Colniza de estrada de chão e nós queremos fazer essa rodovia”, emendou. 

São 300 km para chegar na cidade de Colniza de estrada de chão e nós queremos fazer essa rodovia

O governador apontou que existem duas possibilidades quanto ao pleito encaminhado ao presidente: a estadualização ou o Estado assume a obra e depois “devolve” para a União.

“Ou devolve para o Estado sob reestadualização ou faz um termo em que o Estado faz a obra e devolve pro Dnit [Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes]. Nós vamos ver qual a melhor forma”. 

“O importante é que o Governo quer fazer essa obra, nós estamos construindo as condições para que isso aconteça e precisamos que haja essa devolução porque teremos mais celeridade na aprovação de projeto e na condução dos processos necessários para essa obra”, explicou.

A pavimentação da rodovia é considerada importante pois interliga a região Noroeste do Mato Grosso com Rondônia, assim felicitaria o escoamento de produtos do agronegócio.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias