Polícia OPERAÇÃO RENEGADOS

Gaeco faz ação contra quadrilha liderada por policiais; 22 são presos

Ao todo, são cumpridos 44 ordens judiciais, sendo que 22 delas são de prisão preventiva

04/05/2021 08h15 Atualizada há 6 dias
Por: Redação Fonte: MÍDIA NEWS
Reprodução
Reprodução

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), e a Polícia Civil deflagraram, na manhã desta terça-feira (4), a Operação Renegados, que visa dar cumprimento a 44 ordens judiciais, sendo 22 delas de prisão preventiva.

O objetivo é desarticular uma organização criminosa composta , dentre outros membros, por policiais civis e militares além de informantes utilizados pelo grupo criminoso.

A ação conta com o apoio Polícia Militar e do Ciopaer e é baseda em Procedimento de Investigação Criminal (PIC) instaurado no âmbito do Gaeco e inquéritos instaurados pela Corregedoria Geral da Policial Civil.

Segundo o Gaeco, os elementos informativos e provas colhidos demonstraram que a organização criminosa era comandada por um policial da ativa.

De acordo com a investigação, ele se utilizava  de técnicas de investigação com o uso de equipamentos da Polícia Judiciária Civil para facilitar e encobrir as ações criminosas do grupo.

Outra situação que o ajudava, segundo o Gaeco, era o fato de ser chefe de operação de uma Delegacia da Capital.

As ações envolvem a prática de crimes graves como concussão, corrupção, peculato, roubo e tráfico.

"O Ministério Público e a Polícia Civil comungam esforços para combater os que desonram sua missão institucional e renegam a nobre missão do combate à corrupção e criminalidade. A lei é para todos", disseram por meio de nota.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias